PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br

 

Mercado e negócios

 

 
Joia br - 31 de janeiro de 2014
 


Centro de comercialização de joias e gemas será a sede da Bolsa de Diamantes do Panamá - a primeira da América Latina.

Da redação - Líderes da indústria mundial de diamantes, joias e pedras preciosas visitarão o Panamá nos próximos dias 17 e 18 de março para o lançamento do Gem & Jewelry Center Panama, o primeiro grande centro de comercialização de joias com diamantes e pedras preciosas na região da América Latina. Ricardo Martinelli, presidente do Panamá, será o convidado de honra do evento principal.

Entre os nomes que já confirmaram sua participação estão Eli Izhakoff - Presidente Vitalício da Federação Mundial de Bolsas de Diamantes e do Conselho Mundial de Diamantes; Ernest Blom -  presidente da Federação Mundial de Bolsas de Diamante; Gaetano Cavalieri -  presidente da Confederação Mundial da Joalheria (CIBJO); Avi Paz - presidente do Conselho Mundial de Diamantes; Shmuel Schnitzer - presidente da Bolsa de Diamantes de Israel; Reuven Kaufman - presidente da Diamond Dealers Club of New York; Moti Ganz - presidente do Israel Diamond Institute e Ronnie Vanderlinden - presidente da Associação dos Produtores e Importadores de Diamantes dos EUA.

O Gem & Jewelry Center sediará a Bolsa de Diamantes do Panamá (Panama Diamond Exchange - PDE), a primeira e única bolsa de comercialização de diamantes na América Latina reconhecida pela Federação Mundial de Bolsas de Diamantes.

Com um investimento total de 200 milhões de dólares, o projeto inclui a construção de um arranha-céu, onde os pisos inferiores sediarão escritórios e a Bolsa, além de um shopping para venda de joias. Os pisos superiores serão ocupados por empresas de diamantes, pedras preciosas, pérolas, metais preciosos e joias, bem como prestadores de serviços para a indústria.

Para promover o estabelecimento do Gem & Jewelry Center Panama como o principal centro do comércio de produtos joalheiros na América Latina, o parlamento panamenho aprovou uma lei que transforma em zona franca a área do PDE. Desta forma, os residentes não pagarão impostos aduaneiros sobre as mercadorias negociadas neste centro. Além disso, o Panamá aderiu ao "Processo de Kimberley", programa de certificação para o comércio internacional de diamantes em bruto.

O estatuto fiscal estabelecido deverá tornar o Gem & Jewelry Center Panama um dos ambientes financeiros mais atraentes em âmbito mundial e com a vantagem de que as instalações transformam o país na principal porta de entrada para a América Latina, um grande e potencial mercado para diamantes, pedras preciosas e joias.


 

 


© Copyright Joia br = É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, sem prévia autorização

 

 

voltar ao index de notícias