PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br

 

Percurso

 

 
Joia br - 23 de julho de 2012
 

Joia contemporânea brasileira é tema de exposição e debate.

Da redação - No próximo dia 15 de agosto, A CASA museu do objeto brasileiro inaugura a exposição "Joia Contemporânea Brasileira: Percurso". A mostra reúne criações de 24 artistas, selecionados pela curadora Miriam Mirna Korolkovas. A exibição será aberta ao público de 16 de agosto a 4 de outubro, com entrada gratuita.

Esta é a segunda exposição sobre a joalheria contemporânea brasileira abrigada pelo museu (veja aqui). Como da primeira vez, poderão ser conferidos trabalhos que também utilizam matérias-primas que vão muito além dos metais nobres tradicionais, mas não deixam de ser preciosas, como ferro, madeira e fibra de buriti.

A curadora convidou artistas de várias partes do País. Estarão presentes Alice Floriano (RS), Amelia Toledo (SP), Carla de Carvalho e CUIA Centro de União de Ideias e Artes (BA), Daniel Coxini Karajá (MT), Flavia Rivetti (SP), Karin Jakobsson (DF), Kika Alvarenga (MG), Marco Berg Duailibi (SP), Mariana Neumann (RS), Marina Sheetikoff (SP), Michael Striemer (SP), Miriam Mamber (PR), Miriam Pappalardo (SP), Nao Yuasa (SP), Nina Lima (MG), Paula Mourão (RJ), Renata Meirelles (SP), Renata Mellão (SP), Renata Porto (SP), Renato Camargo (SP), Rosana Mariotto (SP), Rudolf Ruthner (RJ), Sandra Frias (SP) e Thais Costa (SP).

Na abertura, haverá uma performance com seis bailarinos que irão interagir com o cenário da exposição, acompanhados por músicas do percussionista Caito Marcondes. Já no dia 18 de agosto, das 16h às 18h, uma mesa redonda mediada por Miriam Korolkovas irá reunir Amelia Toledo, Francisca Kweitel, Michael Striemer e Rudolf Ruthner (veja programação no quadro abaixo). As vagas são limitadas e as inscrições, também gratuitas, podem ser feitas pelo tel. (11) 3814-9711.

Exposição Joia Contemporânea Brasileira: PERCURSO
Abertura: 15 de agosto, às 19h30
Visitação: de 16 de agosto a 4 de outubro de 2012
de segunda a sexta, das 10h às 19h / Sábados, das 12h às 16h
Local: A CASA museu do objeto brasileiro - Rua Cunha Gago, 807 - São Paulo - SP
Entrada Franca.

Mesa redonda Joia Contemporânea Brasileira: PERCURSO - Programação:

16h - Miriam Mirna Korolkovas é arquiteta, artista, professora, bailarina, pesquisadora e curadora com atuação na área das artes visuais e ênfase em design e joalheria. É graduada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo – FAU/USP (1977), mestre em Belas Artes pelo Pratt Institute de Nova Iorque (1986) e doutora pela FAU/USP (2002). Foi professora pesquisadora visitante na School of Art & Design em Umich, EUA (2009) e atualmente dá aulas no IED - Istituto Europeo di Design, em São Paulo.

16h15 - Amelia Toledo possui uma marcante trajetória no cenário artístico brasileiro. Entre 1943 e 1948, iniciou seus estudos de desenho, pintura e modelagem com o artista Yoshyia Takaoka, fez estágio no escritório de arquitetura de Vilanova Artigas, interessando-se pelo design. Neste mesmo período elaborou suas primeiras joias em cobre e estanho. Estudou em Londres, participou da formação da Universidade de Brasília, expôs em diversos museus e ganhou prêmios importantes. Amélia Toledo atua como pintora, desenhista, escultora, gravadora, designer e professora.

16h30 - Francisca Kweitel estudou design de moda na Universidade de Buenos Aires. Em uma estadia de três anos em Barcelona, aprendeu o ofício da joalheria com Ramon Puig Cuvàs, na Escola Massana. Desde 2005 leciona Design de Moda na Universidade de Buenos Aires. Já participou de diversas exposições individuais e coletivas, além de organizar eventos na sua área de atuação.

16h45 - Michael Striemer é designer de joias e artista plástico. Já participou de inúmeras exposições e atua como professor de desenho e joalheria, além de criar vitrines especiais e projetar a ambientação de estandes para exposições de joias. Há dez anos, coordena e ministra aulas no Califórnia 120 – Ateliê de Joias, em São Paulo.

17h - Rudolf Ruthner se tornou Mestre em Ourivesaria e Prataria em 1966, em Viena (Áustria). Em 1974, começou a trabalhar na H. Stern (Rio de Janeiro), sendo responsável pela implantação de novas tecnologias e processos de fabricação, além de ser membro ativo da equipe de criação de novos produtos, até 1998. Lecionou no Senai por cinco anos e atualmente dá aulas na Universidade Veiga de Almeida e na PUC-Rio. Já ganhou prêmios na Alemanha, na Áustria, na África do Sul e no Brasil.

17h15 - Debate.

 

© Copyright Joia br = É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, sem prévia autorização

 

 

voltar ao index de notícias