PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br

 

Cooperação

 

 
Joia br - 18 de dezembro de 2014
 



Bolsa de Diamantes do Panamá e Fiera di Vicenza irão cooperar em projetos para impulsionar o setor de pedras preciosas e joias da América Latina.

Da redação - A Bolsa de Diamantes de Panamá (Panamá Diamond Exchange - PDE)  e a Fiera di Vicenza vão unir forças na organização de eventos para promover o comércio de pedras preciosas e joias na América Latina. Um memorando de entendimento, que prevê a cooperação entre as duas organizações, foi assinado no início deste mês de dezembro, no pregão da sede da PDE, que em breve será inaugurada.

De acordo com o memorando, assinado por Eli Izhakoff (presidente e fundador do Conselho da PDE) e por Matteo Marzotto (presidente da Fiera di Vicenza), as organizações irão desenvolver um plano estratégico e realizar um estudo de viabilidade para projetos de feiras, simpósios e fóruns, os quais terão lugar no Panamá e promoverão o comércio de diamantes, pedras preciosas e joias em toda a região, que inclui México, América Central, América do Sul e ilhas do Caribe. O programa terá início em 2015.



"Apesar de estarmos enraizados na Itália, a Fiera di Vicenza será internacional, trabalhando com parceiros regionais, como a PDE, para crescer e enriquecer o negócio de joias em todo o mundo. Nós não estamos apenas vendendo o espaço físico em feiras, mas também proporcionando um negócio com conteúdo e qualidade relevante, para que as experiências do comprador e do expositor se enriqueçam, se centralizem e se tornem mais eficientes e com mais valor agregado", declarou Matteo Marzotto durante a cerimônia. "No momento, estamos fazendo isso na Itália com o novo formato "VicenzaOro - Boutique Show", que  será colocado em prática a partir de janeiro, e com a "VicenzaOro Dubai", que fará a sua estreia em abril, em colaboração com o Dubai World Trade Center", completou o italiano.

Panamá Gem & Jewelry Center


Nas próximas semanas, as empresas já estarão fixando residência no prédio da Fase I do Panamá Gem & Jewelry Center, que inclui 61 escritórios e instalações de meios de transporte blindados, assim como a Bolsa de Diamantes do Panamá, com seus escritórios administrativos e 300 m² de pregão. A Fase II será iniciada em 2015, com data de conclusão prevista para 2017. Esta fase inclui uma torre de escritórios icônicos, onde escritórios e pregão da Bolsa de Diamantes do Panamá será localizada em o piso térreo do complexo, juntamente com um centro de compras que contará com bancos, serviços de apoio especializados e restaurantes, além de uma alta gama de lojas de varejo de joias de luxo.

O Panamá Gem & Jewelry Center está avaliado em 200 milhões de dólares. Este projeto está sendo criado pelo Grupo Verdeazul, uma das empresas imobiliárias líderes no Panamá. Todo o complexo será instalado na Zona Livre de Vaguil, que foi estabelecida por um ato do Parlamento panamenho para o benefício do comércio internacional de pedras preciosas e joias, isentando de taxas e impostos aduaneiros as transações realizadas dentro do zoneamento. Deverá gerar cerca de 3 mil empregos diretos no Panamá e alguns bilhões de dólares para a economía local.



Matéria relacionada:
>>> Mercado e negócios - Bolsa de Diamantes do Panamá

fotos: divulgação.


 

© Copyright Joia br = É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, sem prévia autorização

 

 

voltar ao index de notícias