PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br

 

Outubro rosa e... verde também!

 

 
Joia br - 16 de outubro de 2015
 


Adeguimar Arantes usa esmeraldas no sutiã-joia que criou em prol do combate ao câncer de mama.

Da redação - Em 2014, um colar de ouro reciclado com flores de aroeira lapidadas em 237 quilates de raras morganitas, adornadas por diamantes, foi a sensação do Outubro Rosa (veja aqui). A joia única foi criada pela goiana Adeguimar Arantes, que há 15 anos colabora com a iniciativa que visa alertar mulheres para a prevenção do câncer de mama.

Este ano, a joalheira recorreu a uma das mais desejadas pedras preciosas do mundo, a esmeralda, para mais uma ação beneficente em prol do Núcleo de Combate ao Câncer de Mama (NCCM) de Barueri, São Paulo. Revestido de seda, o sutiã-símbolo da campanha 2015 traz nas alças fios com contas de esmeraldas. As gemas, de excelente qualidade, foram garimpadas em Campos Verdes, cidade goiana detentora de uma das maiores jazidas do planeta. No centro do sutiã, uma onça de ouro amarelo exibe olhos verdes faiscantes delineados por nove diamantes em lapidação brilhante de cada lado. A fera carrega, como se fosse um colar, 14 esmeraldas no pescoço.


foto: Pedro Wilson Moura

Para Adeguimar, luxo é sinônimo de reutilizar, jamais desperdiçar. Na confecção do sutiã-joia 2015, ela continua fiel a seus preceitos. O ouro 18 k, usado na escultura da onça, veio da purificação do lixo da oficina/ateliê da artista e também de correntinhas e brincos infantis de Aidê Cardoso, diretora do NCCM Barueri. As esmeraldas foram lapidadas no Centro de Gemologia de Goiás há 30 anos e pertencem a uma reserva especial da designer.

A ideia de colocar o felino como símbolo da campanha, que visa a dar mais visibilidade às ações do NCCM, deriva de um jeito popular em Goiás de se referir a uma mulher quando fica brava: “ela virou uma onça”. Para a joalheira, esse é o recado a ser dado às pacientes detectadas com a doença: “Vire uma onça e enfrente o problema com a ajuda da Medicina”. Daí a opção pela esmeralda, pedra-símbolo da profissão.


foto: Felipe Adati

A peça será apresentada no dia 22 de outubro, durante um desfile promovido pelo NCCM e que terá na passarela quatro modelos profissionais e mulheres que venceram o câncer ou estão lutando contra a doença. Como nos anos anteriores, o sutiã-joia será doado por Adeguimar à instituição paulista.

------------------------------------------
N.R.: Atualmente se dedicando ao voluntariado (veja aqui), Adeguimar ainda terá um compromisso em outubro de 2016, quando irá revelar mais um “sutiã-joia”, o quinto e último da série idealizada por ela especialmente para o Outubro Rosa.


Sutiãs-joias: Confeccionada em 2010, a peça traz pérolas cinza e uma libélula de asas feitas de conchas e corpo formado por granadas, esfênio e diamantes, além de alças em fibra de buriti (veja aqui). Outro sutiã, criado por Adeguimar em parceria com a filha Ioná em 2013, é feito com ouro, pedras preciosas e cabelos! (veja aqui). E, em 2014, a peça foi inspirada nos índios Karajás e feita com fibras de jangada do cerrado pintadas com tintura de crajirú, ônix, remo com grafismo da tribo e ouro envelhecido e esculpido à mão.

fotos: divulgação e arquivo Joia br

 


 

 

© Copyright Joia br = É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, sem prévia autorização

 

 

voltar ao index de notícias