PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br

 

Biojoias na passarela

 

 
Joia br - 12 de junho de 2012
 

Ronaldo Fraga leva projeto social de Tucumã, no Pará, para um dos maiores eventos de moda do mundo.

Da redação - A 33ª edição da São Paulo Fashion Week (SPFW) será tomada pelas cores das sementes amazônicas nesta terça-feira, dia 12. O estilista mineiro Ronaldo Fraga, que volta ao line up da semana de moda, mostrará em seu desfile o resultado de seu trabalho em conjunto com artesãs do sudeste do Pará. A colaboração, uma parceria a convite da Fundação Vale, resultou ems maxicolares cheios de estilo da coleção “Turista Aprendiz na Terra do Grão-Pará”.

Para o desenvolvimento dos acessórios, a Cooperativa de Biojoias de Tucumã, que nasceu de um projeto social da Fundação Vale, participou de oficinas com Ronaldo entre os meses de março e junho. Encantado com a potencialidade das artesãs, o estilista se envolveu com a Cooperativa inspirado na estratégia da Fundação de unir desenvolvimento social e geração de trabalho e renda.

“É importante que instituições como a Fundação Vale desenvolvam projetos como esse em regiões fora dos grandes centros urbanos. Muito mais do que colares, muito mais do que pulseiras, muito mais do que anéis, cada peça produzida pela Cooperativa traz um desejo de transformação social”, explica o estilista.

"Minha primeira viagem, imaginária, ao mágico universo das terras e povos do norte do Brasil, foi através das obras literárias ‘Macunaíma’ e ‘Turista Aprendiz’, de Mário de Andrade. Estabeleceu-se em mim,  a partir daí, fascínio e desejo por tudo que dissesse respeito aos estados amazônicos, principalmente o estado do Pará. Nenhuma outra cultura do Brasil tem o poder de jogar por terra nossos conceitos e pré-conceitos estético-musicais e degustativos como a cultura paraense. No Pará, nada é o que nos parece à primeira vista. De um minuto para outro, uma ópera pode se transformar em tecnobrega, uma mulher em uma linda castanheira e pepitas de ouro em sementes da mata". (Ronaldo Fraga).

Talento aprimorado

Nas mãos de um grupo de mulheres do município de Tucumã, cidade paraense localizada a 937 Km de Belém, sementes se transformam em biojoias. A partir de um curso de qualificação profissional promovido pela Fundação Vale em 2009, o grupo conheceu técnicas de beneficiamento do material, montagem de peças e noções de empreendedorismo. Passaram de “donas de casa com algum interesse por artesanato” a artesãs de uma Cooperativa que busca evolução permanente.

Na parceria com o Ronaldo Fraga, uma equipe de profissionais foi mobilizada para aprimorar o conhecimento das artesãs sobre design, estimulando o estudo de novas formas e a experimentação de novos materiais. Além disso, o grupo foi acompanhado por uma psicoterapeuta, com o intuito de trabalhar sua autoestima e criatividade. “A gente antigamente só copiava os modelos. Agora, estamos participando da criação da peça, do desenho, de todo o processo até chegar à produção final e isso está trazendo maior valor para nosso trabalho”, conta Antônia Márcia, líder da Cooperativa.

De Tucumã para o mundo:
Os acessórios da coleção “Turista Aprendiz na Terra do Grão-Pará” são feitos de sementes como açaí, jupati, morototó, jarina, dedo de índia, paxiubinha e ouriço de castanha, além de fragmentos de madeiras, como o amarelão, ipê, cumarú, muracatiara, tatajuba e roxinho. Todas fazem parte da riqueza e diversidade do Pará.

Criadas em parceria com Ronaldo Fraga, todas as peças são de propriedade intelectual das cooperadas. Ronaldo cederá também seus pontos de venda para a comercialização dos acessórios, de acordo com o interesse das artesãs da Cooperativa.

fotos: divulgação

© Copyright Joia br = É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, sem prévia autorização

 

 

voltar ao index de notícias