PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br

 

Fotos e joias

 

 
Joia br - 12 de maio de 2014
 


Exposição no MAD, em Nova York, explora a conexão entre a fotografia e a joalheria contemporânea.

Da redação - "Multiple Exposures: Jewelry and Photography" é a primeira exposição do Museu de Artes e Design (MAD) que explora como artistas da joalheria contemporânea transformam e adicionam um novo significado a imagens difundidas na era digital.

A exposição será inaugurada nesta terça-feira, 13 de maio, e estará aberta para visitação até 14 de setembro (Museum of Arts and Design - 2 Columbus Circle - Nova York, NY - EUA).



Inspirando-se em daguerreótipos históricos e imagens digitais manipuladas, os artistas examinam questões sociais, políticas e culturais, sondam a percepção de memória e desejo e questionam a relação mais ampla entre joias e identidade pessoal.

A conexão entre fotografia e joias remonta há mais de 150 anos. "Apesar de suas histórias e características distintas, ou talvez por causa delas, a fusão destes dois meios resultou em uma sinergia poderosa que remodelou as joias. A exposição capta a força artística desta combinação dinâmica de objeto e imagem", declarou a curadora de joalheria do MAD, Ursula Ilse-Neuman.

A exposição irá fornecer contexto histórico para esta relação em evolução, apresentando cerca de 170 itens, entre eles peças do século XIX - algumas nunca antes exibidas. Mais de 80 renomados artistas de mais de 20 países estão representados na mostra, incluindo Gijs Bakker, Wafaa Bilal, Jordan Doner, Mari Ishikawa, Jiro Kamata, Sooyeon Kim, Iris Nieuwenburg, Kara Ross, Gabriela Sanchez, Bernhard Schobinger, Bettina Speckner, Joyce Scott, Kiff Slemmons, Andy Warhol e Noa Zilberman.



Desde o final da década de 1830, as fotografias foram incorporadas às joias como tokens de memória, devoção ou luto. Os artistas ampliam essas funções e formas tradicionais, enquanto recrutam novas tecnologias e técnicas para incorporar vários interesses pessoais e sociais a joias contemporâneas

"Multiple Exposures: Jewelry and Photography" é organizada em torno de tópicos temáticos: "Identidade e de representação" - onde os artistas ultrapassam os limites de 'joias portrait', usando imagens de familiares, amigos, celebridades ou anônimos, cujas histórias foram perdidas no tempo; "Corpo" - retratando a mudança de conceitos de beleza e imperfeição da forma humana, bem como o seu interior; "Paisagem, arquitetura e seu conteúdo simbólico"; "Apropriação", quando os artistas capturam e transformam imagens icônicas das artes plásticas e da cultura popular como uma forma de comentar sobre preocupações contemporâneas; "Tributos à parafernália fotográfica" - com joias criadas a partir de componentes desmontados de câmeras e, finalmente, "Joias além de objetos" - o significado social e cultural das joias, que ultrapassa a função e convenções, demonstrado através de vídeos e fotografias.



Além de um catálogo ilustrado, a exposição será acompanhada por programas educacionais, que incluem palestras, workshops, vídeos e instalações.

fotos: cortesia MAD

 


© Copyright Joia br = É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, sem prévia autorização

 

 

voltar ao index de notícias