PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br

 

Na Bienal


 
Joia br - 10 de setembro de 2016
 

A suíça de Grisogono anuncia a aquisição do Constellation, o diamante bruto mais caro do mundo. A maison exibiu a espetacular gema e apresenta uma nova coleção de alta joalheria na Bienal dos Antiquários, em Paris.

Da redação - Expositora da 28ª Bienal dos Antiquários, realizada em Paris entre os dias 10 e 18 de setembro, a de Grisogono apresenta uma nova coleção de alta joalheria e revela a aquisição do Constellation, o diamante em bruto mais caro do mundo. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (9), durante conferência de imprensa no Grand Palais.  A compra representa um momento importante para a maison suíça em sua jornada para se tornar uma das principais grifes de joias e relógios do mundo.

O diamante Constellation, que mede mais de 6 cm de largura e pesa 813 quilates, foi descoberto em Botsuana pela empresa canadense Lucara Diamonds, em novembro de 2015. A gema foi vendida em um leilão realizado em maio deste ano por 63 milhões de dólares (veja aqui), valor que não foi ainda superado por outro diamante bruto (o Lesedi la Rona, de 1.109 ct, que poderia desbancar o preço recorde, teve sua venda suspensa).  Como parte da transação, a Lucara fez um acordo com a Nemesis International DMCC, empresa baseada em Dubai, que atua em avaliação e negócios no mercado de diamantes.

A colaboração da de Grisogono com a Nemesis reflete a determinação da maison suíça em encontrar gemas únicas e oferecer a seus clientes obras de arte excepcionais e exclusivas. Através da parceria, a de Grisogono pode acessar os diamantes mais valiosos em bruto e gerenciar todo o processo de lapidação, para depois obter joias com gemas da mais alta qualidade combinadas à criatividade da Maison.

"Estou muito contente por ter a oportunidade de trabalhar com um diamante  incrível como o Constellation. No entanto, como joalheiro, estou consciente da extraordinária responsabilidade que tenho com a pedra e com a equipe que trabalhou duro para alcançar este objetivo. Poder aplicar minhas habilidades criativas para processar um diamante como esse é uma honra e um privilégio e não vejo a hora de começar a traduzir a minha visão", declarou Fawaz Gruosi, fundador e membro do conselho da maison de Grisogono.

O Constellation possui cor, claridade e peso que o tornam um diamante de grande relevância na história da joalheria internacional. Espera-se que, uma vez concluído seu processo de  lapidação - previsto para o final de 2017, possa revelar-se um dos mais importantes diamantes do mundo certificados como "flawless".

Alta Joalheria

A de Grisogono retorna à Bienal dos Antiquários após um hiato de oito anos (sua última participação no evento se deu em 2008) apresentando a coleção Folies, joias com gemas de alta qualidade e muitos quilates. O nome da coleção (folies significa loucuras em francês) presta homenagem à ousadia de Fawaz Gruosi, que criou estilos revolucionários usando  materiais incomuns, técnicas inovadoras de cravação, além de combinações inusitadas de cores e volumes – que se tornaram marca registrada  da de Grisogono por 23 anos.


A coleção Folies pretende superar tudo o que o joalheiro já criou. Sob uma aparência que pode parecer  clássica  à primeira vista, as novas criações combinam, em construções fabulosas e surpreendentes, o brilho de diamantes com cores vívidas de rubis, esmeraldas, safiras azuis, diamantes negros e ônix.

fotos e vídeo: cortesia de Grisogono / divulgação




© Copyright Joia br = É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, sem prévia autorização

 

 

voltar ao index de notícias