PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br

 

Precioso


 
Joia br - 09 de outubro de 2016
 

Círio 2016: manto da imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré é adornado com delicadas joias.

Da redação -  Neste domingo (9), é realizada a principal procissão do Círio de Nazaré, celebração que homenageia a padroeira do Pará. Na capital Belém, uma multidão de fiéis e turistas acompanham a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré por um percurso de 3,6km. Levada em uma berlinda, a imagem ganha um manto especial a cada edição da festa.

O manto de 2016 foi projetado pela artista plástica Aline Folha e confeccionado pela estilista Marilza Ramos. Repleta de significados, a peça ganhou elementos preciosos, com delicadas joias. Elas foram criadas pelo ourives Marcelo Monteiro, que está à frente da Ourogema, empresa que integra o Programa Polo Joalheiro do Pará.


A criação, design, joias e bordados do manto são resultado de um trabalho coletivo de artistas paraenses. Cores, símbolos, materiais e detalhes reproduzem o tema do Círio 2016: "Salve Rainha, Mãe de Misericórdia".

O broche que fecha o manto foi confeccionado em prata 950 banhada a ouro. Traz ao centro a imagem do imaculado coração de Maria, rosas nas suas laterais e 96 gemas vermelhas (rubis sintéticos) formando o seu interior. A joia é articulada: tem três partes que se separam para melhor ser manipulada, facilitando a cravação das gemas.

No manto, os metais nobres também compõem flores e estrelas, além de detalhes da grande cruz e o “M” de Maria, dispostos na parte posterior da peça. Nas joias, foram usadas gemas naturais e sintéticas em lapidações diversas. Em forma de gota, topázios London Blue formam o centro de estrelas distribuídas pelo manto. Cinco lírios têm seus pistilos representados por 25 citrinos em corte briollet. Nas extremidades da cruz há nove rubis sintéticos.


Broche e elementos do manto do Círio 2016, do projeto "Imaculado Coração de Maria"

A equipe que participou da produção das joias foi formada por 15 profissionais da Ourogema, entre designers, ourives e cravadores - um trabalho que demandou cerca de dois meses. O desenho à mão passou por uma vetorização para adequação ao projeto de joalheria, feita de forma computadorizada. O processo foi executado em diálogo permanente entre a equipe da empresa, Marilza Ramos e Aline Folha, sob a coordenação da diretora do Círio, Daniela Souza.

O manto veste a imagem peregrina durante as 12 romarias oficiais do Círio e pelo resto do ano. O tema do manto, sua composição e autoria são mantidos em segredo até o dia de sua apresentação, às vésperas do Círio, anúncio aguardado com expectativa pelos fieis. A peça é doada à organização da Festa de Nazaré, a cada ano, por uma família cristã voluntária.

Imagem Original e Imagem Peregrina - história e curiosidades:

- A Imagem Original de Nossa Senhora de Nazaré é uma escultura de madeira em estilo barroco, encontrada por Plácido José de Souza, em 1700. Ela apresenta traços de uma senhora portuguesa e já foi restaurada três vezes. Fica guardada em uma redoma de vidro no Glória, altar-mor da Basílica Santuário de Nazaré.

- Há diversas versões quanto ao achado da imagem. A mais curiosa conta que o caboclo Plácido a encontrou às margens do Igarapé Murutucu, sob a sombra de um taperebazeiro. Levou a imagem para sua casa, mas, no outro dia, ela havia sumido e ele a reencontrou à margem do mesmo igarapé. Isto teria acontecido por três vezes até Plácido deduzir que era ali que Nossa Senhora gostaria de ficar. A história ganhou fama. A santa, devoção.

- Existem divergências sobre o fato da imagem de Nossa Senhora ter sido achada com ou sem manto, não havendo registros sobre o início da história da confecção e troca das peças. Entretanto, acredita-se que o costume seria antigo, a julgar pelos primeiros cartazes e representações da imagem de Nossa Senhora de Nazaré.

- Por determinação do Papa Pio XII, em 1953, durante o VI Congresso Eucarístico Nacional em Belém, a imagem recebeu manto e coroa pontifícia.

- Em 1968, o Padre Luciano Brambilla, então Pároco de Nazaré, resolveu encomendar uma réplica da imagem para as procissões e cerimônias oficiais, preservando, assim, a original. A tarefa foi delegada ao escultor italiano Giacomo Mussner, com um pedido: Maria deveria ter o rosto das mulheres amazônicas e o Menino Jesus a aparência de uma criança indígena. A imagem peregria passou a ser utilizada a partir do Círio de 1969.

Fotos: divulgação


 




© Copyright Joia br = É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, sem prévia autorização

 

 

voltar ao index de notícias