PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br

ENTREVISTA

Marcelo Lopes


Marcelo Lopes é apaixonado pela criação. Publicitário formado pela Faculdade Cásper Líbero, faz uso do design como forma de expressão, seja de forma artística ou técnica. Sua vocação foi descoberta na adolescência, quando, aos 15 anos de idade, cursou desenho técnico publicitário. Marcelo passou por alguns dos mais importantes escritórios de criação dos Estados Unidos e com o projeto 'Papelaria Jeffrey Adonis Vineyard', tornou-se o primeiro designer da América do Sul a fazer parte do acervo da Gmund Papierfabrik - indústria alemã fundada em 1929. (Somente os melhores trabalhos produzidos no mundo com os pápéis Gmunds são incluídos neste acervo). Ele também traz em seu currículo um livro sobre jóias nacionais e vários trabalhos para designers, joalheiros e galerias de arte do Brasil. Na etapa brasileira do concurso Tahitian Pearl Trophy, realizado este ano, conquistou o segundo lugar na categoria Fila de Pérolas com uma jóia de sua autoria.

Jóia br - Do design gráfico para o design de jóias. É um caminho natural?
Marcelo Lopes -
Eu achei que poderia desenhar uma jóia para inscrever no prêmio das pérolas do Tahiti. O que me levou a isto foi o contato como designer gráfico no ramo de jóias. Lembro-me que, aos 7 anos de idade, desenhei um anel e pedi ao Sr. Mário, pai de Marco Marchese, que fizesse para mim. Depois, muito depois, meu primeiro projeto gráfico em identidade visual corporativa foi para o Marco, com um projeto para a M.Marchese Joalheiros, de São Paulo. De lá pra cá já realizei vários trabalhos para os criativos em jóias, inclusive um cartão de Natal para a H.Stern com circulação mundial, sem contar os trabalhos que venho realizando há 3 anos para a designer Yael Sonia e para Francine Adida, atual proprietária da galeria Helyor. Os convites que criei para ela em 2001 já ganharam vários prêmios, inclusive o Prêmio Fernando Pini de Excelência Gráfica 2002.

Jóia br - Você diz que é muito prazeroso poder criar além do conhecimento técnico e com a alma. Porque?
Marcelo Lopes - Porque isto traz aos meus clientes peças premiadas. Não sei explicar, mas pra mim cliente é muito mais do que cliente. É energia, é troca, é respeito, comprometimento e etc. Tenho em meu trabalho gráfico promocional sempre um ponto de partida: tornar minhas peças interativas e, em alguns casos, até multi-sensoriais. Não abri mão disto ao desenhar uma jóia. Levei a interatividade junto com minha proposta de criação.  

Gotas de OrvalhoJóia br - De onde veio a inspiração para criar a jóia do concurso de Pérolas do Tahiti?
Marcelo Lopes - A jóia é um adorno masculino. Sempre senti a necessidade de ver jóias mais ousadas, além de prendedores de gravata e abotoaduras... Porque, ao invés de usar uma gravata estampada, não usar uma gravata lisa com seu detalhe sendo uma jóia? Conclusão: nasceu a peça "Gotas de Orvalho" As perólas negras entre o fio têm movimento, podendo ser colocadas em diversas posições diferentes.

Jóia br - Pretende continuar criando jóias?
Marcelo Lopes - Continuo hoje com meu foco no design gráfico. Aliás, estou à frente de um projeto editorial, um 'Year Book', que já conta com um seleto grupo de artistas joalheiros e deverá ser lançado brevemente. Mas se um dia eu iniciar o estudo da joalheria, com certeza o foco será o design de jóias para o homem moderno.


*Marcelo Lopes é proprietário da Merchan Design, que desenvolve projetos de identidade visual corporativa, design de embalagem, marcas para produtos, design gráfico promocional e editorial e ambientação comercial.
merchan@merchan-design.com.br


<< Voltar para o índice de entrevistas