Clique para acessar a Brilho Fashion
PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br

<<Voltar ao index
Dicas para manter o brilho das jóias


Carmen Takada

Uma jóia é para sempre...desde que você cuide bem dela. É importante sempre estar alerta desde a compra da peça, verificando se ela está em perfeito estado, ou seja, se ela está sem riscos, ondulações ou com excesso de porosidade. A partir daí, é só ter muito carinho com a jóia, desde o seu uso e, principalmente, na hora em que for guardá-la.

O primeiro passo é esquecer aquela imagem de um porta-jóias repleto de peças, umas sob as outras. Elas devem ser acondicionadas uma a uma, ou em caixas adequadas para jóias, com compartimentos individuais, ou então embrulhadas em papel de seda ou numa flanela.

As jóias de ouro também podem adquirir um aspecto mais escuro com o decorrer do tempo. Este fenômeno é chamado de processo de oxidação e pode ocorrer até mesmo com jóias que ficam nas vitrines, sem nunca terem sido usadas. Isto acontece porque durante o processo de produção, a jóia passa por um tratamento à base de ácido, que em alguns casos específicos, pode ficar retido em microporosidades. Em contato com o calor, o ar ou umidade, o ácido provoca uma ação oxidante nos componentes da liga do ouro, principalmente no cobre, escurecendo a peça.

Em casos mais específicos, pessoas que têm uma taxa mais elevada de ácido úrico ou que tomem um determinado tipo de remédio, tendem a provocar o escurecimento do metal. Outro componente que pode danificar as jóias de ouro é o mercúrio. Caso ele entre em contato com a peça, basta limpá-la com uma flanela. Se a área afetada for grande, somente um processo de polimento da jóia poderá recuperá-la. Entretanto, se o contato do mercúrio com a jóia for muito profundo, nem mesmo esta técnica poderá salvar a jóia. Apenas o metal poderá ser recuperado. Portanto deixe suas peças bem longe deste componente químico!


No caso das jóias de esmeralda, por exemplo, o cuidado deve ser redobrado. Lembre-se que ela é uma gema frágil, podendo quebrar-se facilmente.



Jamais deixe suas pérolas entrarem em contato direto com a água e produtos químicos em geral, como perfumes, bases, etc. Quando usar estes produtos, espere alguns minutos até colocar as jóias.

 
Uma flanela limpa é o suficiente para garantir o brilho da jóia. Quando precisar de uma limpeza mais profunda, o melhor a fazer é levar ao joalheiro, nada de receitinhas caseiras! Assim evita-se riscos desnecessários.


voltar