Clique para acessar a Brilho Fashion
PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br

<<Voltar ao index
Bar Mitzvah


Patrícia Chamon *


_ No judaísmo o 13 é um número mágico, cheio de simbolismo. É justamente com 13 anos que o menino judeu comemora a sua maioridade religiosa e sua aceitação na comunidade. Bar-Mitzvah é o nome desse evento.
_ Uma data bastante alegre, afinal, muitas vezes, avós, avôs, bisavós, bisavôs que sobreviveram aos campos de concentração ou conseguiram fugir da Europa sitiada pelos nazistas, jamais imaginaram poder participar de uma festa dessas com seus descendentes diretos.
_ Um dos pontos altos da festa é quando o menino é levantado na cadeira, que significa elevá-lo a Deus. Mas há inúmeros elementos ritualísticos que compõem esta celebração. O trigo, a Tora (o livro sagrado), a estrela de David, o Kipá (espécie de solidéu, usado apenas pelos homens, significando que tem alguém acima de todos), o Talit (tipo de estola usada quando se lêem orações), o Teflin (dois cubos feitos com couro de carneiro, um usado na cabeça, lembrando a inteligência; outro usado no braço esquerdo, fazendo alusão ao coração e à saúde), o Shofan (chifre de carneiro com o qual se anuncia o Ano-Novo) e as tábuas da Lei.
_ Em geral, o Bar-Mitzvah acontece nos dias em que se faz a leitura do Tora nas sinagogas, ou seja, às segundas, quintas e sábados, raramente aos domingos. Mas quase todos são comemorados no sábado, um dia sagrado.
_ Se o bar-mitzvah for apenas na sinagoga, o certo é usar jóias mais discretas e nenhum complemento metálico. Mas se a festa for em algum outro local escolhido, é o momento de usar jóias valiosas, uma forma de homenagear o menino que comemora a festa de sua vida. Além do mais, a mulher judaica possui um jeito exótico e exuberante de se vestir, revelando suas origens orientais.
_ Um presente que sempre é sucesso: o pingente de estrela de David, hoje feito nas joalherias com design tradicional ou mais moderno.


*Patrícia Chamon é designer de Jóias, consultora de estilo e promotora de vendas da Talento Jóias, em Belo Horizonte. Cursou a Escola Mineira de Joalheria. Participou do Programa de Capacitação do Setor Varejista de Jóias e Gemas do Brasil "Mais Varejo”. Vencedora do Tahitian Pearl Trophy - Brazilian Design 2005, junto com Renata Bessa, na categoria acessório.

voltar