PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E OUTROS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS E EVENTOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br

<<Voltar ao index
 

Bom gosto, com arte e tecnologia

Kátia Faggiani


Kátia Cristina Faggiani, é bacharel em Desenho Industrial pela UNB - Universidade Nacional de Brasília e ministra cursos em Design de Jóias por todo o Brasil. Em 1996, ao completar 23 anos e finalizar o curso na Universidade, participou do I Concurso de Design de Jóias do DF e conquistou o primeiro lugar na categoria "Novos Talentos". As peças participantes do concurso foram um conjunto de gargantilha, brincos e anel em ouro 18K amarelo fosco. A gargantilha tem em seu centro o formato da Catedral, composto por um pavé de diamantes, e devido a Brasília ser considerada uma cidade mística, foi adicionada a gema da sorte - água-marinha, que ao mesmo tempo representa o azul contínuo do céu de Brasília. Os brincos e anel têm também formatos da Catedral. O patrocínio da fabricação da jóia, que esteve exposta com destaque no Museu Nacional de Gemas e de Jóias da Torre de TV de Brasília, contou com o apoio da tradicional joalheria Masson..

"Esse prêmio me despertou o interesse em ingressar nessa carreira e senti a necessidade de me aprofundar no assunto."

O sucesso dos designers se deve, principalmente, ao estilo próprio de cada um. E é essa característica diferenciada que a designer explora. Suas peças são personalizadas, criadas de acordo com cada cliente. Com traços simples e modernos, seu trabalho é feito em metais e pedras preciosas. A maioria das peças é inspirada na arquitetura, misticismo e natureza de Brasília.



"Pouco a pouco, ao sair da correria do dia a dia desta roda viva ininterrupta e reservar um tempo para descansar e conhecer nossa cidade, começamos a perceber as nuances do concreto armado em forma de avião, que fizeram da capital sinônimo de arrojo na arquitetura. A sintonia de suas formas, linhas, volumes, cores e espaços acabaram por tornar-se fonte de inspiração para minhas criações. As cachoeiras, as flores, os Ipês, os troncos retorcidos do cerrado, o luar, os girassóis, as emas e os tamanduás, o pôr do sol, o Lago Paranoá, Parque Nacional, Jardim Botânico; sua arquitetura livre e leve em concreto: Catedral, Congresso Nacional, Esplanada, Igrejinha, Panteão, Teatro e outras imagens que refletem um ideal que fazem de Brasília Patrimônio Cultural da Humanidade."









Buscando inspiração nos traçados portugueses para a linha Portugal (Katia nasceu em Lisboa), criou também as linhas Clean, Biomutação, Unissex e Majestosa, outros temas atuais como a cibernética, por exemplo. Seja inspirada na arquitetura brasiliense ou portuguesa, a valorização das formas curvilíneas são mantidas e dão o toque pessoal da designer.

"Considero as curvas insinuantes, capazes de exprimir e satisfazer os sentimentos de imponência, de majestade, que as pessoas desejam ter em momentos especiais."


A tecnologia exerce um papel importante na forma pela qual a designer se expressa, porém, quaisquer que sejam os programas ou técnicas usadas, sempre recorre também à criatividade, estética e arte. Para ela, o computador, assim como o lápis, continua sendo uma ferramenta de trabalho. A sua escolha pelo Corel Draw ficou por conta da facilidade e habilidade que já possuía, há 6 anos, trabalhando com design gráfico em agências de publicidade, onde foi Diretora de Arte. "No que diz respeito à criação, prefiro esboçar a idéia no papel e ter, antecipadamente, uma idéia de como ela ficará quando desenhada no computador. Assim, não tenho os limites impostos pela máquina e seus programas. Na concepção inicial de que os programas não passam de uma ferramenta, o que importa não é se o Corel ou o Photoshop são apropriados para isso, uma vez que transmitem a idéia de minhas criações."

Kátia Faggiani já participou de exposições de jóias no Brasil, Portugal, Itália e na Romênia. Atualmente gerencia, desenvolve e organiza eventos na área de design na ABIPTI – Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica.
A designer também é autora do Cd-Rom "A Arte de Produzir Jóias" – que ensina todas as fases de fabricação de jóias, cuidados com os metais e pedras, criação e design. O CD-ROM foi desenvolvido com o apoio do projeto GENETI, CNPq, SEBRAE, IEL, FIBRA, CDT e outras instituições que apoiam jovens empresários.


"Crio jóias que causem admiração, por sua originalidade estética e valor artístico."
(Kátia Faggiani)

katia@abipti.org.br



Voltar ao index