PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E OUTROS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS E EVENTOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br

Jóias que provocam desejos

Cathrine Clarke


Cathrine (Kate) Sylvia Clarke nasceu em Santos, SP. Filha de ingleses, passou parte de sua adolescência na Inglaterra e estudou no Cranborne Chase School, onde optou por aprender artes e línguas estrangeiras. De volta ao Brasil, graduou-se em Letras pela Universidade Notre Dame. Praticando pintura como hobby, Kate se interessou pelo design de jóias. Fez cursos de modelagem em cera, desenho e gemologia e há dez anos tem sua própria joalheria em Ipanema, Rio de Janeiro, cidade onde reside.


Coleção Bailarina

Em 1997, conquistou o prêmio do concurso Designer Forum, promovido pela De Beers, com a coleção Bailarina, cujas peças são uma homenagem a Marcia Haydée. Em todas as peças, os brilhantes foram cravados com grifa única, como se estivessem fazendo "ponta" de balé. A designer coleciona vários outros prêmios, como o BSB de Design, QVARVI, 1999; IBGM de Design, 1998; IBGM de Design, 1997; Menção Honrosa - Design da H. Stern, 1996; finalista do World Gold Council 2000.

Cathrine participou de diversas exposições no Brasil e no exterior (Portugal, Espanha, Hong Kong e Japão). Seu trabalho, muito admirado, foi alvo de reportagens nas revistas: Elle (Brasil), Ventura (cultural bilíngüe), Dreams (França) e Vista Joyera (JCK International). Também tem um trabalho seu incluído no livro "Os Designers de Jóias do Século XXI", de Claude Mazloum, Editora Gremese Internazionale, de Roma.


Colar de pérolas negras barrocas Biwa, ouro amarelo e brilhantes

"...pérolas e moedas produziram um resultado incomum, sob o aspecto visual, mas ao mesmo tempo, despertam sentimentos desconhecidos. Quem entrou em contato com aquelas jóias, sentiu-se transportado a um passeio entre tesouros perdidos do fundo do mar..." (Revista Ventura. 1999 - 29 edição)


Anel em ouro amarelo com pérola South Sea e brilhantes

 


Prêmio IBGM de Design - 1998- colar e pendente
em água -marinha, ouro e brilhantes

Além das pérolas, atualmente Kate trabalha novas texturas, visando dar mobilidade e brilho às jóias. "Estou numa fase bem primitiva, de volta às minhas origens celtas, trabalhando com o ouro e pedras brutas, procurando ressaltar as formações e a cristalização das gemas".

Produzindo jóias exclusivas, Cathrine Clarke tem vários projetos para este ano, o que inclui a participação no Salão dos Antiquários em São Paulo e dar continuidade à exportação de suas peças para o Japão, onde estão sendo muito bem aceitas.


Brincos com opalas nas formas do Congresso Nacional e brilhantes que correm soltos.


"Sinto que tenho que me superar sempre, ousar. Escolhi o caminho do aprimoramento cultural, que teaduzo na prática fazendo, inclusive, viagens exóticas. Os contrastes se tornam mais reveladores, porque preciso perceber os detalhes que a maioria não vê, para expressá-los com criatividade, provocando emoções." (Cathrine Clarke)



cclarke@katesjewelry.com.br

 

Voltar ao index