PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br


Surpreendente
Jeanine Geammal

 

Jeanine é formada pela EBA/UFRJ - Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Trabalha em diferentes áreas, dentro do universo de incontáveis possibilidades do design.



anel "amassos", em prata e PVCJeanine Geammal participou do projeto gráfico do software "Conhecendo as Letrinhas com o Menino Curioso", vencedor como a melhor multimídia educacional no “Festival Internacional de Multimídia” de Paris (1995). No escritório da Opus Design, trabalhou com produções multimídia e design gráfico, de 1996 a 2001. Fez capas de disco, websites, identidades visuais, direção de arte para animações e softwares multimídias, para diversas empresas.

 

Em 1998, tomou contato com a joalheria no atelier de Paula Mourão e, desde então, desenvolve projetos autônomos de design de jóias. Em 2003 teve duas peças selecionadas para a mostra "Brasil Faz Design", que aconteceu em Milão. Também participou de importantes exposições, como a “I Bienal Brasileira de Design”, “II Bienal de Design em Amsterdam” e “Plasticidades”, entre outras.

 

Numa parceria com a designer Ana Videla, criou o projeto UNA, que participou do I Seminário de Design Sustentável, em 2006. O projeto parte de uma nova borracha, beneficiada pelos próprios seringueiros da Amazônia, dispensando intermediários e contribuindo para preservação da floresta ao seu redor.

 

UNA é uma jóia interativa, resultado da combinação de módulos de borracha, de cores e formas variadas, com aros de prata. Sua embalagem transparente funciona como estojo, que dotado de utilidade, diminui o impacto ambiental de seu descarte. Com apenas um kit é possível criar uma jóia, ou várias, que podem ser usadas como colar, ou anel, ou como a imaginação deixar!

Explorando o inusitado e o cômico, a coleção "Otelo" foi inspirada em máscaras de várias origens. Sua forma subverte a prevista, apresentando um plano diferencial nos anéis. Utiliza como matéria prima, além de metais nobres, cacos e restos oriundos da lapidação de gemas preciosas brasileiras.

anel "princesa", em prata e quartzo

 

 

Em 2006 apresentou o "Workshop de Criação de Adornos", no Centro Cultural Oduvaldo Viana Filho – Rio de Janeiro. Atualmente cursa mestrado em Design, na ESDI/UERJ - Escola Superior de Desenho Industrial da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, com o tema "Enfeites de corpo". Leciona joalheria no SENAI-RJ desde 2004. E, há dois anos, ministra periodicamente um curso de Design de Jóias na Faculdade de Desenho Industrial da UFRJ, como professora convidada.

"Nos adornos corporais, artefatos que estabelecem contato direto com os corpos, por vezes mesmo fundindo-se a eles, a forma concreta do objeto tem especial importância. Em sua intimidade com os sujeitos, estabelecem contato físico. São sentidas, mesmo quando esquecidas. Sua textura, sua cor, seu cheiro, seu peso, o som que porventura emitem, são sinais de presença e agência  sobre o sujeito. Todos são aspectos diretamente relacionados aos sentidos. Tato, visão, audição, olfato e paladar podem ser considerados. Além disso, um gosto pelo que surpreende e pelo cômico sempre influenciou meu processo de criação".

Jeanine Geammal
jgeammal@uol.com.br

 

Voltar ao index