PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E OUTROS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS E EVENTOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br

Um novo olhar

Guilherme Meirelles


Vencedor na categoria Design e Criatividade 34 Feninjer O designer Guilherme Meirelles iniciou seu envolvimento com o mundo das jóias aos 16 anos de idade, em 1979, através de seu pai, o conhecido joalheiro Octacílio Meirelles, que também começou quando ainda era menino. Apesar da precocidade, Guilherme logo se deu conta que havia uma profunda identificação com as jóias, não somente porque seu pai trabalhava no ramo, mas por despertar nele um sentimento de satisfação com o que fazia.

Tendo trabalhado durante vários anos ao lado de grandes profissionais da ourivesaria, aprendeu as técnicas de produção de belas jóias. Guilherme assumiu, então, que queria se tornar um grande ourives e, para isto, teve o privilégio de estudar na Escola Nova, de Ricardo Mattar, em São Paulo. Lá ele concluiu os cursos de Ourivesaria, com o próprio Ricardo, Fundição e Moldes de Borracha, com Heráculo Silva e Caio Mourão, e Design de Jóias com Pedro Maujer. Durante os 3 anos que freqüentou a escola, Guilherme conviveu com muitos artistas extremamente talentosos, os quais enriqueceram seus conhecimentos e aguçaram seu prazer pela joalharia. Diante de tantas informações, terminou por conseguir criar uma identidade para o seu produto.

Com criações inovadoras, Guilherme utiliza freqüentemente diferentes texturas nas superfícies do metal, o que se tornou marca registrada de suas peças. Até pouco tempo, a textura no ouro quase não era utilizada. É na natureza que busca a fonte de inspiração para seus desenhos, utilizando os formatos de troncos de árvores, galhos, folhas, a terra, rochas, etc. Destes materiais ele extrai todas as formas e texturas necessárias ao seu trabalho. Guilherme diz que provavelmente as pessoas que gostam de suas jóias também se identificam com a natureza.

Foi, também, um dos primeiros a utilizar o couro em jóias de ouro, criando belíssimas peças com alto valor agregado. Guilherme Meirelles tenta sempre inovar onde se pensa que não há mais espaço para criação e este é o segredo de seu sucesso. Sua empresa está exportando para os Estados Unidos, onde já é grande a aceitação de seus produtos. Assim como no Brasil, os norte-americanos estão apreciando sua forma inovadora de desenhar e produzir jóias.

"Tinha que vencer com minhas criações, pois tudo o que faço é com extremo amor e dedicação, e tudo que se faz com amor normalmente dá certo." (Guilherme Meirelles)

guilherme@meirellesjoias.com.br



Voltar ao index