PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br


Requinte
Cecília Rodrigues

Cecília Rodrigues busca inspiração em sua terra natal para criar peças que se distinguem por suas cores vibrantes, materiais ousados e design arrojado. Natural de São Paulo, a artista não só explora o vasto manancial de magníficas pedras preciosas do Brasil, mas também percorre o mundo à procura de gemas raras.

Fascinada pela história, bem como pela textura, movimento, luminosidade, forma e contorno dos objetos, Cecília é uma colecionadora de extraordinária perspicácia e bom gosto, sempre em busca de elementos novos para suas coleções.

Em 1987, após se formar em administração de empresas e fazer carreira no empreendimento imobiliário da família, ela começou a fazer jóias que, inicialmente, eram para seu próprio uso. A primeira peça que criou, de configuração escultural e linhas arrojadas, foi um colar de água-marinha raiada com terra vermelha. Foi exibida naquele mesmo ano. Depois continuou a desenvolver coleções temáticas como Insecta, Pedraria, Mosaicos e Galuchat.

A busca de novos conceitos estéticos, bem como a utilização de materiais inusitados e exóticos marcam sua obra, composta de jóias exclusivas e únicas. Em 1995, o Museu Brasileiro de Escultura homenageou a artista com uma mostra individual de 100 magníficas peças. Através dessa exposição, transmitiu sua concepção de jóias como obras de arte.


Cecília Rodrigues
obteve significativo reconhecimento internacional através do convite da Christie’s para participar em New York no leilão “The Contemporary Jeweler”, junto a um seleto grupo de artistas que, ao seu modo de ver, representam o que há de melhor em criação e design na joalheria atual.


A beleza de suas criações, que transcende o brilho e o valor material das peças, é fruto de uma execução impecável, da precisão e criatividade de suas montagens em ouro 18 quilates, do uso sutil dos objetos como esculturas, do uso dinâmico da cor. Tanto formal como informalmente, as pedras são escolhidas não por seu valor intrínseco e sim por seu efeito. Essa combinação produz peças extremamente versáteis e exclusivas. Em sua mais recente coleção, Turamali, ela explora as propriedades energéticas e o exotismo da turmalina melancia, que traz em seu interior uma cor rosa adornada por tons de verde.

“Minha energia criativa é movida pelos estímulos que emanam dos próprios objetos, obras incomparáveis e originais da natureza. A partir das vibrações do material em estado bruto e das possibilidades de combinação, exercito minha total liberdade de associação: as possibilidades de criação são infinitas.”
Cecília Rodrigues
crjoias@uol.com.br

Voltar ao index