PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br


Carreira de sucesso
César Aleandri


Pintor, escultor, ceramista, ilustrador. A essas habilidades se somaram os mais diversos cursos, como modelagem, cravação, esmaltação, lapidação de gemas e design de jóias.


César Aleandri possui larga experiência como designer de jóias, pois começou a trabalhar no setor em 1985. Primeiro, em uma joalheria - como encarregado de estoque para custear seus estudos de artes em São Paulo-, onde vislumbrou  a oportunidade de aplicar seus conhecimentos na área das artes plásticas.

Em 1988, após alguns anos trabalhando para importantes joalherias de São Paulo, onde basicamente desenvolvia peças de alta joalharia, porém totalmente artesanais, foi convidado por uma grande indústria para assumir o cargo de designer. Lá passou quatro anos e, nesse período, amadureceu seus conhecimentos para a produção e comercialização da jóia. Para isso contou com estágios com os mais diversos consultores, nacionais e estrangeiros.

César conhece profundamente toda a cadeia produtiva, desde a criação até a finalização da jóia, interferindo diretamente em todos os setores. Para ele é primordial que um designer de jóias industriais tenha boa base de conhecimentos técnicos, pois isso ajuda na viabilidade do produto e também das idéias.
E uma boa idéia não pode ser deixada de lado por limitações técnicas.

“Com relação à criação de novas coleções, um designer de jóias tem que, antes de tudo, saber fazer a leitura do mercado para o qual dirige sua criação. É importante não só o briefing que lhe é passado, mas também que ele saiba criar seu próprio briefing, conhecendo de perto o cliente, visitando todos os eventos e feiras ligadas ao setor”, afirma César.
Mas para ele mesmo, a inspiração não surge exatamente daí. Ela pode vir de museus e galerias de arte do Brasil e da Europa, das feiras de artesanato, das festas populares... Um bom exemplo é a viagem que fez a Roma no ano passado, quando visitou a Galeria Borghese e os museus do Vaticano e Capitólio, durante a Semana Santa. Na época, estava desenvolvendo novas peças para a coleção de Santos e queria uma experiência que de fato o tocasse em relação à fé. Os “insights” vieram e as jóias estão fazendo um enorme sucesso.

 

Apesar de considerar os concursos de jóias importantes para a carreira de um designer, ele tem participado de poucos. No Prêmio Embrarad (2004), ficou entre os cinco finalistas. Na edição 2004 do Prêmio IBGM, obteve o 3º lugar e, em 2006, foi o vencedor na Categoria Centro-Oeste. Nada mal!

 

 

Vegetação amazônica, cerrado e chaco. Imenso alagado onde os rios, banhados e lagoas se misturam. Dias de calor e noites frescas. Brilhantes espécies da natureza. Tuiuiú, curicaca, arara-azul e outras centenas de aves...

Prêmio IBGM de Design de Jóias 2006 - Destinos do Brasil
1º lugar na categoria Centro-oeste - Inspiração: Pantanal
(ouro amarelo 18k, topázios azuis, ametistas, turmalinas rosa, granadas, citrinos e diamantes)
Patrocínio: Genesis Jóias


Foi numa viagem à Madri que César conheceu Carlos e Fernando Brunca, proprietários da Gênesis Jóias. Um ano depois do encontro, recebeu o convite para assumir a área de design da empresa com exclusividade. A parceria já dura 7 anos...

“Nada é mais inspirador para um designer do que saber que suas jóias estão fazendo sucesso e poder admirá-las ao serem usadas pelas pessoas nas mais diferentes situações, nos programas de televisão, em páginas das revistas, nos editoriais de moda e tendências.”
Cesar Aleandri
aleandri@terra.com.br

Voltar ao index