PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br

 

Harmonia das cores

Cecilia Annunziata


Anel Composée -  turmalinas, safiras, peridotos e diamantes Suas jóias foram vitrine dos melhores hotéis de São Paulo, incluindo o Macksoud Plaza e o L’Hotel, e, em 1998, ganhou matéria de 15 páginas na revista Ventura. Além disso, é possível ver suas peças nos editoriais e nas capas da revista Vogue Brasil, e na galeria virtual "Brazilian Art Jewelry", web site de renomados artistas joalheiros.

Cecilia J. Annunziata é formada em Comunicações Visuais pela Faculdade de Artes Plásticas da FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado), em São Paulo. Ao idealizar jóias, em torno de 1984, aprimorou seus conhecimentos e sua designação profissional.

Após algumas exposições em São Paulo, incluindo o Espaço Artefacto, em 1989 participou de uma importante mostra em Nagoya, Japão. Apesar de trabalhar com todos os tipos de pedras preciosas, neste evento ela registrou uma importante marca no seu trabalho de designer, no qual fortaleceu sua intenção de atravessar fronteiras levando aos olhares estrangeiros o exótico e desconhecido mundo das gemas do Brasil.

Brinco borboleta em cristal negro e turmalina bicolor

Brinco folhagem em quartzo leitoso e par de briolet liso leitoso com anel (Art Nouveau) em quartzo branco  e ouro

Um ano mais tarde, Cecilia produziu a exuberante coleção Composée, exclusivamente para a famosa Bergdorf Goodman de Nova York, onde cada peça era diferentemente composta por raras pedras brasileiras.

Broche premiado no II Tahitian Pearl Trophy BrazilEm 2001, conquistou o primeiro prêmio do II Tahitian Pearl Trophy Brazil, e em 2002 representou o Brasil como finalista da etapa internacional do concurso. Naquele momento, a artista desenvolvia a coleção Renda, mas ao invés de linha o trabalho foi feito em ouro com diamantes, ora enriquecido por pérolas tahitianas ora por gemas brasileiras.

Em 2002, convidada a fazer parte da Galeria Francine em São Paulo, hoje conhecida como Helyor por Francine Adida, exibiu peças baseadas na Art Déco e Art Nouveau - grandes influências em seu trabalho.

Como na linha Composée, considerada sua marca registrada - uma combinação ideal de diversas nuances em determinadas pedras, Cecilia adora criar jóias onde o degradée de cores resulta sempre em peças extremamente exóticas.

Brinco Composée cabochon rosa e verde, cabochon turmalinas com ouro e diamantesAtualmente ela se dedica à coleção “Fauna e Flora”, onde formas orgânicas da natureza se transformam em jóias com linhas que lembram traços Art Nouveau sobre gemas coradas. Para este trabalho, a gama de cores prediletas está no verde das turmalinas, peridotos e aventurinas, na lavanda das ametistas e no rosa das rubelitas. O branco da ágata se contrapõe ao preto do ônix. Os azuis da água-marinha nunca são descartados, assim como o amarelo dos citrinos. Enfim, o resultado são peças multicoloridas criadas hábilmente pela artista.

"O exotismo das cores das pedras preciosas brasileiras permite um jogo sutil e divertido, onde equilíbrio e qualidade estão lado a lado".
(
Cecilia Annunziata)
ceciliajannunziata@ajato.com.br

Fotos: Almir Pastore



Voltar ao index