PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br



RAÍZES
Anna Assis

A carioca Anna Assis resgata em suas criações o misticismo, a magia, sons e rituais de tribos africanas. Moda étnica, com colorido vibrante, pedras preciosas e materiais não convencionais.


Foi há quase 15 anos, no atelier de Lydia Dana, que Anna Assis teve o seu primeiro contato com o mundo da joalheria. Sempre fascinada por este universo, foi através desta experiência que ela começou a conhecer e a entender os processos e etapas que envolvem a venda de joias.

Agregando à formação em Administração e Marketing o conhecimento adquirido em gerenciamento, elaboração de preço de venda, contato com fornecedores e clientes, Anna percebeu a necessidade de aprender mais sobre a criação e o desenvolvimento das peças. Cursou design de joias, modelagem em cera, CorelDraw e Jewelcad, e foi convidada a trabalhar com a designer Andréa Nicácio, no Atelier Espaço Expressão. Lá, sua experiência deu forma a um curso de “Gerenciamento de Produtos e Serviços em Joalherias”, que Anna ministrou no mesmo atelier.

Anna Assis integrou a primeira turma da Escola de Ourivesaria do SENAI-RJ e conseguiu produzir suas primeiras peças. A sede de conhecimento a levou mais além: resolveu que precisava aprender participando do cotidiano dos artesãos e começou a trabalhar voluntariamente como aprendiz ao lado de ourives, cravadores, lapidários e diamantários do Rio de Janeiro.  “A oportunidade que tive em conhecer o setor nos bastidores, no chão de fábrica, foi indescritível. Ali o respeito que já tinha a cada profissional se tornou maior. Sou grata por tanto aprendizado e por ser acolhida sempre por artesãos que compartilharam comigo este conhecimento ancestral".

Paralelamente, Anna desenvolvia coleções para a joalheria carioca Kanter, sob a supervisão da designer de joias Angélica Pavanni. Lá teve a oportunidade de desenhar joias em ouro e em prata, começando a entender assim a diferença do design para cada um dos materiais.

Sua experiência como aprendiz a fez entender as dificuldades que os trabalhadores do setor joalheiro enfrentavam e, para tentar vencê-las em conjunto, Anna Assis fundou a Codarj - Cooperativa dos Designers de Jóias e Artesãos Ourives do Estado do Rio de Janeiro. A ideia lhe rendeu o 1º lugar no Prêmio Shell Iniciativa Jovem – Empreendedorismo Sustentável 2003, permitindo com que ela implantasse a cooperativa no Rio de Janeiro junto a uma equipe de 40 pessoas. Além de administrá-la, Anna começou ali a desenvolver coleções exclusivas e a ministrar aulas de “Design de Joias” e “Desenvolvimento de Joias Artesanais".

Porém, como queria aprender mais, Anna resolveu se inscrever no curso de “Moda e Estilo - Fashion Stylist” da  Universidade Veiga de Almeida. Convidada a trabalhar na AJORIO – Associação de Joalheiros e Relojoeiros do Estado do Rio de Janeiro, ela pode participar da organização de diversos eventos, como workshops, eventos de moda como o Fashion Rio, Fashion Business e feiras de joias.

A guerreira Anna ainda assumiria mais uma empreitada corajosa. A convite do coordenador do Núcleo de Empreendedorismo da Universidade Veiga de Almeida, Celso Leonardo, inscreveu-se na Incubadora de Empresas UVA e conseguiu criar, junto com Marco Izauro - seu sócio, incentivador e empresário, a grife de joias étnicas África Universal.

Como uma das únicas designers negras atuantes no setor joalheiro no Brasil, Anna Assis vem desenvolvendo parcerias entre os continentes brasileiro e africano. Em 2009, junto com o consulado de Angola, lançou a “Pulseira da Amizade”, no Fashion Rio.

Pulseira da Amizade: feita em ouro e prata, traz  o Brasil representado por meio de pedras preciosas e de imagens cariocas como o Pão de Açúcar e  Corcovado, e Angola através do Pensador - escultura de origem Cokwe que é referência cultural para os angolanos.

“Hoje venho afirmar com orgulho minha identidade afrodescendente, negra, brasileira, filha de Mãe África e Pai Brasil, responsável através da minha arte em levantar a bandeira da igualdade, do belo, da ancestralidade africana que antecede os árduos capítulos da triste escravidão -  fragmentos de uma história que muitos desconhecem, das belezas da África e sua influência sobre as civilizações, seja nas artes, dança, música ou religiosidade".

Em janeiro de 2010, a África Universal, pela chancela de Anna Assis, promoveu um desfile individual  apresentando pela primeira vez sua coleção de joias étnicas no Fashion Business, mostrando a união do Brasil com Angola através da participação de dois estilistas - cada um de um país – que fizeram as roupas para serem emolduradas por suas peças coloridas e ousadas.

Anna espera que em 2010 e nos anos que se seguem consiga plantar a semente da valorização, apresentando a identidade cultural através da beleza dos materiais e adornos que desenvolve e através de parcerias que frutifiquem seu pensamento, como criadora, no respeito aos outros e em sermos todos um só, independentemente de cor, raça ou nação.

"Sou filha desse Brasil acolhedor, cheio de diversidade. É isso que a África Universal apresenta em cada peça, evento e coleção: respeito às nossas raízes."
Anna Assis

contato@africauniversal.com.br

Créditos
Fotos: Daniela Conti e Estúdio FM - Fabio Cancela
Modelos: Natália Magalhães, Dara e Moara Marinho

Voltar ao index