PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br


O PRODUTO IDEAL PARA EXPORTAÇÃO


Sergio Hortmann (*)





Pode-se notar em qualquer notícia ou comentário que circula em todos os meios empresariais que o sucesso no exterior está intimamente ligado ao design inovador.

Lembro-me que, recentemente, na seção "Últimas Notícias" do Portal Jóia br, li sobre a evolução de uma idéia simples de dois artesãos de Brasília, em aproveitar a filigrana desenhada pela natureza em folhas de árvores para se folhear com banho de ouro 18K a própria folha e se vender como artesanato (matéria veiculada em 18 de novembro de 2002). Então passaram a folhear pipocas, frutos e sementes, utilizando os exóticos formatos, criando assim uma identidade para seus produtos, a partir de formas encontradas no nosso dia-a-dia, para transformá-las em peças folheadas a ouro. Estes empreendedores já aumentaram em aproximadamente 2.300% sua capacidade de produção em 2 anos, somente porque criaram um produto aceito pelo mercado e tido como inovador, aliado a outros aspectos.

Citei os fatos acima como "case de sucesso", somente para exemplificar como um produto de design inovador traz à empresa criadora o reconhecimento do mercado. Tenho também outros exemplos de empresas que utilizam recursos da natureza, tal como Rita Prossi, que usualmente utiliza produtos da Amazônia para desenvolver belíssimas jóias.

Chamo a atenção para a importância do design por ser um dos pontos mais importantes atualmente para o sucesso da empresa exportadora no exterior. Entretanto, não representa isoladamente certeza de prestígio no mercado. Um caso que exemplifica isto é a paranaense Meirelles Jóias que, através de seu designer e diretor Guilherme Meirelles, cria peças com identidade própria, as quais se pode reconhecer mesmo sem que seja apresentado o nome da empresa. Guilherme utiliza materiais como o couro e texturas diferenciadas para inovar em seus artigos. Como criar uma jóia ou adorno não é fácil como seguir uma receita de bolo, desenhar então um produto diferente, mas que siga de uma certa maneira as tendências do mercado e que, ao mesmo tempo, expresse a identidade da empresa, requer um minucioso processo de desenvolvimento.

Pensemos em fixação de identidade de produto de maneira prática: é certeiro e lógico se afirmar que seus clientes atuais compram seus produtos porque, por sua vez, os clientes deles gostam de seu estilo de criação. O que aconteceria se, de repente, sua empresa mudasse totalmente o estilo (identidade) dos produtos? É certo que se poderia abrir novos mercados com estes artigos, mas com certeza se perderia muitos dos clientes atuais, que obtêm sucesso com seu design já consolidado.

Temos, no Brasil, os melhores e mais criativos designers de jóias do mundo, fato comprovado pelas inúmeras premiações internacionais e pelo estilo irreverente, alegre e espontâneo de vida do brasileiro. Também as especializações em design de jóias, hoje existentes em algumas capitais, têm elevado o grau de aperfeiçoamento destes profissionais. De olho no mercado, muitas empresas industriais já contrataram designers em caráter de exclusividade e têm garantido a si próprios um nicho interessante.

Não existe bola de cristal com visões de futuro, mas é importante observar o mercado como um todo, filtrar e analisar as informações e decidir com base em fatos concretos e não em suposições. O Brasil cresceu suas exportações do setor joalheiro a partir de talento e muita informação. É o bonde da história passando por nós e quem não subir, perde a vez...



(*) Sergio R. Hortmann
- Consultor em Comércio Exterior, Sócio-proprietário da AH Internacional Ltda. Assessoria e Consultoria, ministra também cursos e palestras para empresas do setor.
 

Artigo anterior / Próximo artigo

Índice