PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br


A PREPARAÇÃO DO PLANO DE
MARKETING DA EMPRESA


Sergio Hortmann (*)





Em todos estes anos de experiência com o setor de jóias, pedras preciosas, bijuterias, jóias folheadas e artesanato mineral, um dos fatores que pude comprovar em muitas empresas é a falta de elaboração de um Plano de Marketing, essencial para a definição de uma estratégia de sucesso.

É muito comum ouvirmos que não se sabe o que fazer para reverter situações críticas de mercado e que a saída é a exportação. Entretanto, bem como no Brasil, o mercado nacional é altamente competitivo e sofremos concorrências em massa de países diversos, inclusive daqueles com baixo custo de mão-de-obra, como Índia e China. Esses países, em minha opinião pessoal, utilizam costumeiramente práticas de dumping, já que o custo dos trabalhadores é subsidiado pelo Governo (assistência médica, transporte, moradia, alimentação, educação, etc), não sendo estes custos repassados para os preços dos artigos produzidos por estes trabalhadores, daí o resultado de dumping. Assim, como competir com esta desigualdade?

Para se obter sucesso nesta árdua competição, é necessário planejar uma consistente ação de Marketing Internacional, iniciando-se pela elaboração de um Plano de Marketing para a empresa.

São sete os tópicos necessários à elaboração de um bom Plano de Marketing, como listo abaixo:

  1. PESQUISA DE MERCADO - Para levantar os dados do mercado e poder decidir apoiado em fatos e não em suposições. Pode ser sub-dividida em Pesquisa Documental e Pesquisa de Campo. Deve preceder aos outros tópicos, sob pena do planejamento dos mesmos ser conduzido de maneira equivocada;
  2. ANÁLISE / PLANEJAMENTO DO PRODUTO – Faz-se necessário se desenvolver um produto que atenda aos desejos e necessidades do consumidor. Nesta fase a empresa terá 3 soluções de produto: Adequação, Melhoramento ou Adoção;
  3. FORMAÇÃO DOS PREÇOS DE EXPORTAÇÃO – Leva em consideração os custos de produção (CP), os fatores ambientais/geo-políticos do mercado-alvo e as despesas e impostos exclusivos da exportação;
  4. PROPAGANDA – Informa o consumidor da existência do produto no mercado e representa uma excelente ferramenta de vendas;
  5. PROMOÇÃO DE VENDAS – São todas as atividades promocionais que levam o produto até o consumidor;
  6. DISTRIBUIÇÃO – É necessário colocar o produto ao alcance do consumidor para facilitar o processo de compra. Neste tópico deve-se optar pela utilização de agentes, representantes, distribuidores ou venda direta, através de escritórios da empresa ou por meio eletrônico;
  7. CONTROLE DAS ATIVIDADES – Montagem da estrutura da empresa no mercado, como manutenção de escritórios, assistência técnica ao cliente, estoques, vendas por pedidos, acompanhamento de tendências, etc.

Um bom Plano de Marketing não é fixo e pode e deve ser alterado ou adequado a novas realidades. É importante lembrar que seguir o plano conforme elaborado representará inclusive economia de dinheiro à empresa exportadora.



(*) Sergio R. Hortmann
- Consultor em Comércio Exterior, Sócio-proprietário da AH Internacional Ltda. Assessoria e Consultoria, ministra também cursos e palestras para empresas do setor.
 

Artigo anterior / Próximo artigo

Índice