clique aqui!
PÁGINA INICIAL
EMPRESAS
ENTIDADES
FEIRAS NO BRASIL
FEIRAS NO MUNDO
EXPOSIÇOES E EVENTOS
ARTIGOS
COMÉRCIO EXTERIOR
ENTREVISTAS
MANUAL DE GEMAS
CURSOS
CURIOSIDADES
JOALHERIA DE ARTE
MODA E TENDÊNCIAS
DICAS PRECIOSAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
CLASSIFICADOS
PROMOÇÕES
COTAÇÃO DO DÓLAR
ANÚNCIOS
SOBRE O JOIABR
FALE CONOSCO
::::::::::::::::::::::::::::

© Joiabr - 2000
info@joiabr.com.br

<< Voltar para o índice de artigos



HISTÓRIA DA JOALHERIA


Julieta Pedrosa*


CELLINI - OURIVES E JOALHEIRO RENASCENTISTA-
O OURO E OS OURIVES NA ANTIGUIDADE-
RAINHA ISABELA - UM TESOURO NO FUNDO DO MAR-
JOALHERIA INDIANA - I-
JOALHERIA INDIANA - II-
A HISTÓRIA DA JOALHERIA-
SELOS E SINETES-
JOALHERIA AFRICANA: JÓIAS ASANTE-
O DESIGN ETRUSCO DURANTE O PERÍODO NEOCLÁSSICO-
O TESOURO IMPERIAL DOS ROMANOV-
A INFLUÊNCIA DE FABERGÉ NA MAISON CARTIER - I
A INFLUÊNCIA DE FABERGÉ NA MAISON CARTIER - II
JOALHERIA ÁRABE - I
JOALHERIA ÁRABE - II
LALIQUE E O MOVIMENTO ART NOUVEAU
JOALHERIA GREGA
A HISTÓRIA DO BROCHE - Parte I
A HISTÓRIA DO BROCHE - Parte II
GEMAS ESPETACULARES - Parte I
GEMAS ESPETACULARES - Parte II
O SÉCULO XVIII E A JÓIA-ESPETÁCULO
MARAVILHAS DA JOALHERIA CELTA: BROCHES ROSCREA E TARA
O GRANDE ROUBO DAS JÓIAS DA COROA FRANCESA
JOALHERIA VITORIANA - Parte I
JOALHERIA VITORIANA - Parte II
AS JÓIAS DO FARAÓ TUTANKAMON - Parte I
AS JÓIAS DO FARAÓ TUTANKAMON - Parte II
O TESOURO DE FELIPE II DA MACEDÔNIA
O CAMAFEU
A JOALHERIA PORTUGUESA NO SEC. XVIII - Parte I
A JOALHERIA PORTUGUESA NO SEC. XVIII - Parte II
A ARTE DA JOALHERIA CITA
JOALHERIA BIZANTINA
ART NOUVEAU: TÉCNICAS DE ESMALTAÇÃO
ASPECTOS ECONÔMICOS E SOCIAIS DAS JÓIAS NA IDADE MÉDIA - Parte I
ASPECTOS ECONÔMICOS E SOCIAIS DAS JÓIAS NA IDADE MÉDIA - Parte II
ASPECTOS ECONÔMICOS E SOCIAIS DAS JÓIAS NA IDADE MÉDIA - Parte III
ASPECTOS ECONÔMICOS E SOCIAIS DAS JÓIAS NA IDADE MÉDIA - Parte IV
UM POUCO SOBRE AS JÓIAS SA HUYN
DIAMANTES FAMOSOS - Parte I
DIAMANTES FAMOSOS - Parte II
A JOALHERIA ROMANA - Parte I
A JOALHERIA ROMANA - Parte II
NAPOLEÃO I E AS JÓIAS DA COROA DA FRANÇA
GEMAS DA COROA FRANCESA: O DIAMANTE REGENTE
LENDAS E HISTÓRIAS SOBRE O OURO DOS INCAS
O MISTÉRIO DO TESOURO DE SUTTON HOO
PAIXÃO TRANSFORMADA EM COMENDA
OURO E GEMAS BRASILEIRAS NO ROMANTISMO PORTUGUÊS DO SEC. XIX
A HISTÓRIA DA JOALHERIA BRASILEIRA - 1ª Parte
A HISTÓRIA DA JOALHERIA BRASILEIRA - 2ª Parte
A HISTÓRIA DA JOALHERIA BRASILEIRA - 3ª Parte
A HISTÓRIA DA JOALHERIA BRASILEIRA - 4ª Parte
A HISTÓRIA DA JOALHERIA BRASILEIRA - 5ª Parte
OS ANÉIS NA JOALHERIA INDIANA
OURIVESARIA DOS ANTIGOS GREGOS NA RÚSSIA
OS CASTELLANI: JOALHEIROS E AMANTES DE ANTIGUIDADES
JOALHERIA SUMÉRIA
O TESOURO DE AIDONIA
PEQUENA HISTÓRIA DA TIARA
O TESOURO DE WINCHESTER
TILLYA TEPE: TESOURO RECUPERADO - 1ª Parte
TILLYA TEPE: TESOURO RECUPERADO - 2ª Parte
O TESOURO DE SNETTISHAM
CLADDAGH: SÍMBOLO DE AMOR, LEALDADE E AMIZADE
A COROA DE SANTO ESTEVÃO
JÓIAS ANTIGAS CHINESAS
TIARAS DE NOIVAS
OS DIAMANTES DE MARIA ANTONIETA - 1ª parte
OS DIAMANTES DE MARIA ANTONIETA - 2ª parte
O TESOURO DE TANIS
O TESOURO DE TANIS - continuação...
O PALÁCIO DAS GEMAS DE JAIPUR
A COROA DE FERRO DA LOMBARDIA
A COROA DE FERRO DA LOMBARDIA - continuação...
OS CELTAS - Culturas Hallstatt e La Tène
AS ABELHAS DE OURO DE CHILDERICO I
O TESOURO DE GUARRAZAR
A COROA MONOMAKH (Shapka Monomakha)
AS JÓIAS DE LA PAIVA - 1ª parte
AS JÓIAS DE LA PAIVA - 2ª parte
JISKAIRUMOKO: A JÓIA MAIS ANTIGA DAS AMÉRICAS
A COLEÇÃO CAMPANA
O TESOURO DE HOXNE
UM POUCO SOBRE AS JÓIAS DE CATARINA DE MÉDICI
A COLEÇÃO AL-SHABAH
JOALHERIA BEDUÍNA
O DIAMANTE AZUL WITTELSBACH
JOALHERIA FENÍCIA
O TESOURO ASSÍRIO DE NIMRUD
O TESOURO DE MAIKOP
SIMBOLOGIA NA JOALHERIA EGÍPCIA
JOALHERIA ARTE DÉCO
AS JOIAS NO VESTUÁRIO RENASCENTISTA ITALIANO
O DIADEMA DE MADAME ROYALE
O TESOURO DE ZIWIYE
O ANEL NA ANTIGUIDADE - Curiosidades - 1ª parte
O ANEL NA ANTIGUIDADE - Curiosidades - 2ª parte
O DISCO DE OURO DA IDADE DO BRONZE!
O TESOURO DE HOCHDORF
A IDADE DO OURO DA OURIVESARIA CELTA NA IRLANDA
LA PELEGRINA
O DIAMANTE BEAU SANCY
A FASCINANTE HISTÓRIA DO DIAMANTE HOPE
A SALA DE ÂMBAR
AS PRINCIPAIS TÉCNICAS DECORATIVAS NA JOALHERIA ATRAVÉS DA HISTÓRIA - 1ª parte
AS PRINCIPAIS TÉCNICAS DECORATIVAS NA JOALHERIA ATRAVÉS DA HISTÓRIA - 2ª parte



*Julieta Pedrosa - carioca, arquiteta formada pela UFRJ, pós-graduada em Análise de Projetos pela FGV, e com vários cursos em áreas da joalheria, é designer de joias e professora de História da Joalheria e de Gemologia Básica em Brasília, DF, onde mora. Suas joias exibidas em cidades do Brasil( Rio de Janeiro, Belo Horizonte São Paulo e Brasília), Portugal (Lisboa e Coimbra), Espanha ( Madrid), França ( Lyon), Itália (Vicenza), Suiça( St Gallen) e China ( Hong Kong), privilegiam as linhas curvas, a fauna e a flora brasileiras. Em sua loja Julie joias brasileiras apresenta design diferenciado em peças únicas em ouro 18k, prata 925 e gemas brasileiras.
e-mail:
julie.joias@yahoo.com / julieta_pedrosa@yahoo.com
site:
www.juliejoias.com / www.historiadajoalheria.blogspot.com